Muito Ego = Pouco Caráter

Conselho apura briga de médicos durante parto no MS; o bebê morreu 
O Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul apura a conduta dos médicos que trocaram socos durante um parto em Ivinhema (a 345 km de Campo Grande), em Mato Grosso do Sul. A briga atrasou o parto em uma hora e meia; a criança nasceu morta.
Os médicos Sinomar Ricardo e Orozimbo Oliveira Neto podem perder o registro profissional. A sindicância tem prazo de 60 dias.
Ontem (25), Sinomar Ricardo, 68, negou ter invadido a sala e iniciado a confusão, contradizendo a versão da polícia e da família do bebê. “Sou vítima. Eu é que estava na sala e fui agredido ao tentar fazer o parto.”
A agressão, diz, seria para acobertar o fato de que Neto teria aplicado um medicamento proibido para induzir o trabalho de parto de Gislaine de Matos Rodrigues Santana.
Gilberto Cabreira, marido dela, disse que sua mulher não tem dúvidas de quem invadiu a sala. “Ela tem certeza de que quem fazia o parto era o doutor Orozimbo.” A Folha não conseguiu contatar Neto.

Essa gente acha realmente que as vaidades e corrupções deles valem mais do que qualquer coisa. 

A vergonha que eles não sentem eu sinto no lugar deles.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s