Desespero – H.P. Lovecraft

Tradução de Renato Suttana

Sobre os charcos noturnos ululando,

entre os negros ciprestes suspirando,

nos vendavais da noite remoinhando,

demoníacas formas noturnais;

contra os galhos desnudos se ferindo,

junto aos poços estanques estrugindo,

nas penhas, sobre o mar, repercutindo,

do desespero as sombras infernais.

Certa vez (ainda o vejo em pensamento),

antes que se estendesse um céu cinzento

sobre o meu juvenil atrevimento,

houve tal coisa como ser feliz;

o céu que agora é negro refulgia,

límpido e safirino resplendia,

mas logo vi que em sonhos é que eu via

tudo isso – no fatal torpor de Dis.

Mas o rio do tempo, a transcorrer,

traz o tormento do desconhecer,

sempre fugindo, em seu cego correr

em direção àquele prado arcano;

enquanto o viajante enxerga aflito

do fogo-fátuo o fulgor esquisito

e do petrel maligno escuta o grito,

a vogar impotente para o oceano.

Asas malignas pelo éter batendo,

abutres que o espírito vão roendo,

vultos negros que passam, percorrendo

eternamente um céu de escuridão;

contornos espectrais de ida ventura,

cruéis demônios da aflição futura

se mesclam numa nuvem de loucura

e fazem da alma a sua habitação.

Assim os vivos, sós e soluçantes,

nos amplexos da angústia palpitantes,

são vítimas das fúrias repugnantes,

que à noite e ao dia vêm a paz roubar;

mas para além da dor e do lamento,

de uma vida de tédio e de tormento,

há de coroar o doce Esquecimento

tantos anos de inútil procurar.

∗ DIS segundo os “Mitos de Cthulhu” era uma cidade invisível. Foi mencionada algumas vezes por HPL e por Clark
Ashton Smith e outros do círculo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s